terça-feira, 19 de maio de 2015

Música no Paraíso - O universo musical e cultural da Igreja Cristã ao longo de 2000 anos


Um programa radiofónico de Pedro Miguel Nunes na Antena 2.

Uma viagem iniciática pela história da Música da Igreja Cristã, que começa na Alta Idade Média, até aos nossos dias. Um programa que pretende fazer uma viagem musical e espiritual pela música cristã, aproximando-nos através da música daquilo que se entende ser a visão do Paraíso.

A música sacra, no sentido estrito do termo, refere-se à música erudita de tradição religiosa judaico-cristã. Esta expressão foi usada pela primeira vez na Idade Média aquando da teorização musical e da vontade de separar a música do culto divino da música profana.

Hoje, é difícil compreendermos o impacto que a música sacra tinha antigamente nas populações, no decorrer do culto divino. Isto, porque, hoje em dia, facilmente temos acesso a gravações, e somos bombardeados a toda a hora com música proveniente de registos de CD, da rádio, da televisão, de instrumentos informáticos, e das telecomunicações. No entanto, esta democratização da música e êste acesso generalizado apenas foi possível a partir do século XX, com o registo sonoro.

Até então, o ser humano apenas podia ouvir música realizada na hora, fosse em contexto profano, palaciano, ou mesmo em contexto sacro. As pessoas entravam nas igrejas, e através da música viajavam para outros universos, aproximavam-se das entidades divinas - Cristo, Nossa Senhora, os Mártires e os Santos - e concebiam a sua existência post mortem numa ideia de Paraíso onde viviam eternamente, na companhia dos Santos e a ouvirem os córos celestes com agradáveis melodias a cantar e a louvar a magnificência de Deus.

Um agradecimento especial à Ana Sofia pela divulgação deste curso.
A negrito os meus episódios preferidos:
  1. A música bizantina: psaltês, íson, terirem
  2. O canto gregoriano
  3. A Ars antiqua e a Ars nova
  4. O canto monástico de Ildegarda de Bingem: espiritualidade musical
  5. A música cristã renascentista
  6. Palestrina, Allegri e a nova música católica
  7. O barroco
  8. Bach e a instituição de uma nova música
  9. A música cristã e o iluminismo
  10. O romantismo cristão (Nota: neste episódio o apresentador diz que a Missa Requiem possui Glória, o que é todavia errado, quer consideremos o hino Gloria in excelsis, ausente desta Missa assim como o Credo, quer consideremos os versículos Gloria Patri etc. no fim do intróito e da comunhão, os quais nesta Missa são substituídos pelo texto Requiem etc.; neste aspecto não há qualquer diferença entre os ritos anteriores ao Concílio Vaticano II e a liturgia reformada.)
  11. A música ortodoxa russa: apostolado musical
  12. O gospel
  13. A música sacra no pós-modernismo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por favor comentai dando a vossa opinião ou identificando elos corrompidos.
Podeis escrever para:

capelagregorianaincarnationis@gmail.com

Print Desejo imprimir este artigo ou descarregar em formato PDF Adobe Reader

Esta ferramenta não lida bem com incrustrações do Sribd, Youtube, ou outras externas ao blog. Em alternativa podeis seleccionar o texto que quiserdes, e ordenar ao vosso navegador que imprima somente esse trecho.

PROCURAI NO BLOG